4 de ago de 2013

Resenha - A Bússola de Ouro

SINOPSE
Existem outros mundos além do nosso...
A Bússola vai mostrar o caminho...

Quando Lyra recebe o aletiômetro estranho e misterioso, se inicia uma jornada extraordinária para as terras geladas do Ártico, onde clãs de bruxas e ursos de armadura travam uma luta decisiva. Seu destino terá consequências inimagináveis, muito além do mundo onde ela vive...
O livro que comprei é de edição especial do filme, possui uma bonita capa e obviamente, tem tudo a ver com o livro. Simplesmente fiquei fascinada pelo urso de armadura na capa, muito perfeito e que acabou atiçando minha curiosidade pela história. A edição normal do livro também é bastante coerente com a história contada, trazendo o urso de armadura e a foto do polo norte, e numa edição ainda mais antiga, a capa traz o aletiômetro – a bússola de ouro – como ilustração. Agora vamos à história!

Mal comecei a leitura e já simpatizei com Lyra, a protagonista. Achei bastante criativo a ideia dos dimons, que são as almas das pessoas habitando fora de seus corpos - e em forma de um animal - eles devem ficar sempre juntos pois apesar de serem dois seres, um faz parte do outro e a distância é sinônimo de afastar-se de sua própria alma...

Logo no começo do livro me deparei com chatas explicações da cidade e da região onde começa a aventura... Imagine 10 nomes (variando de lugares, rios e oceanos) num único parágrafo, pois é, foi isso que encontrei logo no início do livro. Me perdi toda, não consegui imaginar o terreno que o escritor tentou explicar e só de raiva continuei a ler sem entender mesmo (rsrs).

Depois de um tempo encontrei com Lyra e seus amiguinhos – também crianças – fumando... Sem comentários! Mesmo sendo um fragmento pequeno fazendo menção a isso, achei um desaforo sem igual e não gostei. Muito antiético colocar uma personagem infantil fumando!

No capitulo cinco a história começa a ficar interessante e fica espetacular quando o urso de armadura Iorek Byrnison entra em cena. Fiquei completamente fascinada pelo urso, a meu ver é o personagem mais incrível de todo o livro, os parágrafos tão perfeitamente escritos me fizeram mergulhar nas atitudes de Iorek como se estivesse vendo a cena.
Iorek Byrnison com Lyra no filme a Bússola de Ouro

A história fica muitíssimo melhor depois que ele aparece! Principalmente no final, em que você acompanha batalhas dos ursos de armadura... Em geral, o livro começa um pouco parado, acho que o escritor poderia ter explicado melhor a profundidade dos dimons ao invés de ficar descrevendo – de forma chata – o ambiente. Mas a história até que é boa, Lyra evolui muito no decorrer da história e de repente você percebe o quão inteligente e madura ela se tornou, comparado ao começo do livro!
Opinião Final: Desenrolar lento no início, não é o tipo de livro que eu diria ser a melhor coisa que já li, mas também não chega a ser ruim... Deixo no "regular", vale dar uma conferida. E eu quero um urso de armadura pra mim D:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário