4 de ago de 2014

Resenha - Queimada

SINOPSE
As coisas ficaram pretas na morada da noite. A alma de Zoey Redbird se despedaçou. Com o coração partido, vendo tudo ao seu redor desmoronar e com vontade de ficar para sempre no mundo dos mortos, Zoey está sumindo a olhos vistos. Parece cada vez mais difícil ela se recuperar a tempo de reencontrar seus amigos e recolocar as coisas em seus devidos lugares. Stevie Rae, melhor amiga de Zoey, quer ajuda-la, mas está enfrentando problemas seríssimos. Os Novatos Vermelhos do Mal estão pisando na bola e, dessa vez, nem Stevie Rae poderá protege-los das consequências. No meio desta confusão está Aphrodite: ex novata, patricinha podre de rica, bruxa do inferno convicta (e com muito orgulho), tendo visões que revelam o futuro e, para piorar, com Nyx resolvendo falar por meio dela, quer ela queira ou não. A lealdade de Aphrodite pode oscilar em várias direções, mas no momento, é o destino de Zoey que está em jogo. Três garotas brincando com fogo... se elas não tomarem cuidado, vão acabar Queimadas.
Comecei Queimada com certo interesse, dado o ponto em que o livro anterior terminou, mas também tive receio que o livro não conseguisse retirar o gosto ruim que fiquei com Tentada. Resumindo em uma palavra, Queimada é MARAVILHOSO!

As autoras continuaram com aquela receita de “começo chato, final emocionante”, mas neste livro em especial, os momentos de Rephaim, Stevie Rae, Zoey e Aphrodite deram uma guinada no enredo, atiçando a curiosidade e me prendendo de capa a capa. Não tenho palavras para descrever as emoções que Queimada me trouxe, com certeza, é o melhor da série A Morada da Noite.

O caso de Stevie Rae com os touros e as partes de Zoey no “outro mundo” foram perfeitamente emocionantes, achei muito legal os momentos da Z. confrontando as várias partes dela mesma... Bem, talvez “legal” não seja a palavra certa, acredito que “excelente” seja a palavra correta!

É claro que o livro não é 100% elogios, aqui as Cast me deixaram um pouco irritada com as repetições, pois por mais de uma vez você é obrigado a ler sobre as mesmas descobertas sobre Kalona, sobre o que Stark fará para ajudar Zoey e etc. Sério, uma vez já é o suficiente para o leitor entender, não precisa mostrar de novo – e detalhadamente – o mesmo assunto só porque uma personagem decidiu contar a descoberta para a outra... Mas isso não torna o livro menos digno de ser lido.

Outra parte desinteressante do livro são os acontecimentos em Veneza, tirando Aphrodite, o resto dos nerds – como ela diz, rs – não fizeram nada de emocionante ou que valesse a pena ler, foi um tédio... Mas os momentos da Zoey e da Stevie Rae com o corvo escarnecedor compensaram demais e se o livro já estava emocionante em sua maioria, posso classificar o final como “de tirar o fôlego”.
Opinião Final: MARAVILHOSO, excelente! Diferente dos livros anteriores, este eu recomendo de olhos fechados. Considero o melhor livro da série até o momento.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário