8 de nov de 2014

Resenha - Destrua Este Diário

NÃO POSSUI SINOPSE
Destrua Este Diário é um livro ilustrado que contém uma coleção de tarefas que pedem aos leitores que juntem suas melhores habilidades em erros e bagunças para completar destruir as páginas. Através de uma série de criativas tarefas, Keri Smith quer encorajar seus leitores em atos “destrutivos”, deixando buracos em páginas, adicionando fotos e estragando-as, manchando páginas com café, pintando fora das linhas e etc, com o objetivo de experimentar o verdadeiro processo criativo. Através da sensibilidade de Keri, leitores são introduzidos a uma nova maneira de fazer arte, descobrindo maneiras de escapar do medo de páginas em branco e entrando completamente no processo criativo. [SKOOB]
Ganhei um exemplar de "Destrua Este Diário" de uma amiga no ano passado. Lembro-me até hoje das palavras da minha best friend, quando me presenteou: "este não é um presente qualquer. Não é um livro, porque não conta uma história. Não é uma pessoa, mas te mandará fazer coisas. Não é dança, mas mexerá com sua criatividade. E ainda te ensinará sobre a Lei do Desapego". Quando folheei o diário pela primeira vez, entendi perfeitamente o que ela queria dizer, hahaha, e fiquei morrendo de dó de riscá-lo, de arrancar suas páginas ou destruir sua lombada... Eu não estava pronta para desapegar!

Amo meus livros gente S2 se aparecer um amassadinho em um de meus exemplares eu já fico louca, querendo esquartejar o responsável. Não ligo do livro adquirir aparência de velho (até porque isso acontece com o passar do tempo), mas aparência de mal cuidado já é outro nível. Até mesmo para emprestá-los eu tenho receio, pois fiz isso uma vez e o resultado foi desastroso, por isso senti tanta dificuldade em destruir meu diário.

E depois de 1 ano com o negócio parado no meu armário (porque ainda não tive o privilégio de ter uma estante), o peguei para tentar iniciar sua destruição. Pesquisei imagens, assisti vídeos e tudo o mais, e finalmente me convenci a desapegar, a confrontar essa "preservação obsessiva" que tenho pelo diário.
Mas chega de histórias, vamos falar do diário:

Eu adorei!

A intenção do diário é realmente aquela que está descrita no começo do post. De início você pode achar o diário algo inútil, pode achar que jogará dinheiro fora por comprar algo que irá parar na lixeira depois... Mas eu digo o contrário: não é dinheiro jogado fora, é muito útil para trabalhar criatividade e isso é perfeito para quem precisa da imaginação para trabalhar (escritores, designers, etc), e você não precisa jogar fora no final...

O diário te dá abertura para fazer vários tipos de destruições: destruição física como arrancar folhas ou arrebentar a lombada, destruição alimentícia como esfregar o seu jantar no papel, destruição artística através de desenhos ou recorte e colagem... Enfim, existem muitas formas de destruição e se você fizer bem feito, perceberá que apesar da aparência exterior do diário ficar zoada no final, seu interior estará repleto de belezas e criatividades (e o que é melhor: é a sua criatividade). É por isso que afirmo e insisto que você não precisa jogá-lo no lixo no final...

Quando comecei a destruir meu diário, procurei estabelecer regrinhas para mim mesma e tenho me divertido muito com ele. Várias vezes tive que me segurar para não fazer cinco atividades de uma vez, hehehe. Ainda não tive coragem suficiente para arrancar folhas, mas sei que cedo ou tarde eu terei que cumprir esta tarefa e por isso, já estou me preparando psicologicamente :)
Opinião Final: Recomendo imensamente o Destrua Este Diário. Comprá-lo não é dinheiro jogado fora, é investimento para sua imaginação e capacidade de criar...
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário