27 de dez de 2014

Resenha - Assassinato no Expresso do Oriente

SINOPSE
Hercule Poirot
Pouco depois da meia-noite, uma tempestade de neve pára o Expresso do Oriente nos trilhos. O luxuoso trem está surpreendentemente cheio para essa época do ano. Mas, na manhã seguinte, há um passageiro a menos. Uma americano é encontrado morto em sua cabina, com doze facadas, e a porta estava trancada por dentro. Pistas falsas são colocadas no caminho de Hercule Poirot para tentar mantê-lo fora de cena, mas, num dramático desenlace, ele apresenta não uma, mas duas soluções para o crime.
Segundo livro que tenho a oportunidade de ler da rainha do crime, também com o personagem Hercule Poirot. Tinha muita expectativa nesta leitura, devido ao primeiro - e maravilhoso - livro que li...

A arte da capa é bem simples, apenas a lateral de um trem, que junto com o título, forma o cenário central de nossa história: o Expresso do Oriente. O livro é dividido em três partes, a primeira narra a história até o momento da descoberta do assassinato, a segunda se resume aos testemunhos coletados por Poirot, e a terceira parte é o grande desenlace do crime.

Em questões de leitura, a segunda parte foi a mais fatigante e cansativa na minha opinião,  mas isso não faz a história ser menos digna de ser lida, pois quando você descobre o passado do morto, fica ansioso para saber quem foi o assassino e qual o real motivo do crime...

E o final, nossa... O que dizer do final? Acho que não tenho palavras para descrevê-lo...
Foi tudo tão confuso, tão anormal neste crime que eu não consegui formular um suspeito, e na hora da revelação... Nossa, foi espetacular... E quando Poirot apresentou suas duas soluções para o crime e todas as peças se encaixaram, me sentir extasiada.
Opinião Final: Recomendadíssimo!! De 5 estrelas eu dou apenas 4, devido a parte que achei cansativa, mas o livro está recomendadíssimo, pois o final me tirou o fôlego *-*
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário