24 de jun de 2015

Resenha - Terra de Sombras

SINOPSE
Ever e Damen atravessaram diversas vidas e enfrentaram os mais terríveis inimigos com um só objetivo: ficar eternamente juntos. E quando esse sonho está ao alcance das mãos, um poderoso feitiço cai sobre Damen. Agora, para ele, simplesmente tocá-la ou encostar os lábios nos dela significaria a morte, o exílio definitivo em uma terra de sombras.
Desesperada por livrá-lo da maldição, Ever mergulha de corpo e alma na magia e encontra uma ajuda inesperada: um surfista chamado Jude. Apesar da profunda lealdade a Damen, é inevitável que ela se sinta atraída por esse garoto estranhamente familiar, de olhos verdes, dons mágicos e passado misterioso.
Ever sempre acreditou que Damen fosse seu destino - mas e se o futuro tiver reservado outros planos? Com Jude cada vez mais próximo, pela primeira vez em séculos esse amor é posto a prova.
A capa é bonitinha, menos bonita que Lua Azul, mas ainda assim é uma arte bonitinha. O colar é um ícone presente no enredo de Terra de Sombras e apesar de não prestar pra nada, o colar é que faz a ligação da capa com a história.

Porém, apesar de ter gostado da capa, não posso dizer o mesmo do livro... Comecei a ler Terra de Sombras com um pé atrás, receosa do que iria encontrar depois de ter me desagradado tanto com o livro anterior. Acho que não fiquei surpresa ao ver que o início da história era bastante chato e pelo menos pra mim, o clímax demorou uma eternidade para chegar.

Ever está bem mais assanhadinha do que no livro anterior e agora que tocar Damen é impossível, ela quer avançar no relacionamento - quando no livro anterior ela lhe negou fogo. Não sei... Falo mais por mim, mas essas mudanças de personalidade/ideias repentinas acabam com o caráter do personagem, o deixa muito superficial, frívolo e a Ever, apesar de ser a protagonista, anda me irritando demaaaais por causa disso!

O aparecimento de Jude no capítulo 14 foi bastante interessante e neste ponto, eu realmente achei que a história iria deslanchar, mas não deslanchou, rs. Mais uma vez Ever se mostrou sem personalidade alguma, pois no começo se assanhava com Damen e no C.14 já estava se sentindo "desconcertada e envergonhada" pelos olhares do surfista...

Acho que tem muita coisa besta na história e isso acabou me irritando um pouco, levei mais de seis meses pra chegar na metade do livro e sinceramente, comecei a pegar birra desta série. Terra de Sombras não tem um bom enredo e por isso o achei repleto de enrolação e acontecimentos fúteis, Ever está deveras irritante, Raven é chata e as gêmeas estão duplamente irritantes na história... Sei lá, não gostei, muita enrolação e pouco acontecimento legal.

Acredite, nem novela mexicana é tão enrolada!
(Nada contra novelas mexicanas, kkk, muito pelo contrário, eu assisto algumas).

A partir do capítulo 30 o enredo finalmente desempaca, partindo para o clímax e as partes legais. Porém, vale lembrar que foram trinta capítulos tediosos contra doze capítulos interessantes, o que nas minha contas quer dizer que mesmo com um final bacana o livro não se torna um espetáculo.

E o que dizer sobre estes doze capítulos finais!? Bem, eles foram realmente eletrizantes admito, mas levantei dois defeitos enormes: (1º) fazem um "auê" danado sobre o lance de usar magia das trevas e no fim, a magia negra não prestou e não vez droga nenhuma na história, foram descrições e momentos que apesar de legais acabaram não contribuindo em nada para a série; e (2º) quando Ever finalmente teve a chance de resolver o problema dela e de Damen, ela faz outra merda e joga tudo fora por uma "amizade" que ignorou e não confiou desde o primeiro livro... Ah Alyson, francamente né!? Aí você zoa o barraco.

Essa história de "tentar ajudar" uma amiga que ela não confia nem pra contar uma fofoquinha, ficou muito forçada. Talvez, se outras circunstâncias tivessem sido apresentadas o final tivesse ficado mais convincente, mas esse ar de "faço tudo em nome de nossa amizade" não ficou legal. Já vi provas de amizade muito mais interessantes e convincentes em outros livros.

Outro ponto que não gostei, foi a implicância de Ever com o namoro da tia com o professor dela. O professor sequer ligou para o fato da Sabine ser tia dela, somente ela fica fazendo drama e se mostrando uma tremenda EGOÍSTA. Detestei isso de verdade, foi uma implicância sem fundamento, uma tremenda criancice...

Enfim, não gostei do livro. A série não está sendo como eu esperava e isso me deixa triste :(
Como já tenho todos os livros, vou ler até o final para fazer valer meu suado dinheirinho, mas com certeza não vou ficar com eles depois.
Opinião Final: Chato e enrolado! Os capítulos finais são legais, mas acontecem coisas que realmente não convencem e não tem justificativas. Ouso dizer que não vale a pena a leitura... Muitos abandonaram a série e eu estive bem perto de fazer isso em Terra de Sombras.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário