11 de abr de 2016

Resenha - Bom Dia, Espírito Santo

SINOPSE
"De repente eu soube que o Espírito Santo era para mim - hoje!"
O que aconteceu a Benny Hinn numa fria noite de inverno em Toronto mudou sua vida para sempre. O Espírito Santo entrou em sua vida de uma forma tão dramática que ele nunca mais seria o mesmo.

Você quer conhecer o Espírito Santo íntima e pessoalmente?
Estás disposto a ouvir a Sua voz?
Estás preparado para conhecê-lo como uma pessoa?

Em Bom Dia, Espírito Santo, Hinn apresenta descobertas e verdades que Deus lhe tem ensinado através dos anos. Você irá adquirir um conhecimento mais profundo da Divindade e como os membros da Trindade interatuam entre si e conosco. Você também vai descobrir:

° Como reconhecer a voz do Espírito;
° Sete passos para uma vida de oração mais efetiva;
° A fonte e o propósito da unção divina;
° Ficar livre do temor do pecado "imperdoável";
° E o plano mestre de Deus para você.
Bom Dia, Espírito Santo é um livro bem famoso no mundo cristão. Ouço falar dele desde que era criança e por isso decidi comprar um exemplar em 2010 para conferir o conteúdo, mas demorei para realmente pegá-lo para ler (já que não era ficção, fiquei protelando, rsrs).

Seu conteúdo é uma mistura de estudo sobre o Espírito Santo e o testemunho do autor, confesso que pensava se tratar apenas do testemunho quando o comprei, e acabei me decepcionando um pouquinho. Não que o estudo seja ruim, muito pelo contrário, é um estudo bem interessante, mas eu já havia participado de uma bateria de estudos em minha igreja antes de começar a ler o livro, onde também estudei sobre o Espírito Santo e por isso, nada do que Benny Hinn escreveu em sua obra foi novidade para mim.

São poucos os trechos em que ele realmente menciona seu testemunho, o restante é somente estudo e por isso - unicamente por isso -, o livro não acrescentou em nada para mim... Não ouso dizer que é um livro ruim, pois serviu de aprendizado para muitas outras pessoas que conheço. Acho sim que a obra tem um conteúdo bom e que vale a pena a leitura, entretanto, recomendo que acompanhem o conteúdo a luz da Bíblia e em caso de dúvidas, consulte o conhecimento de seu pastor sobre o assunto.

Não cabe a mim julgar a experiência de Hinn com o Espírito Santo, afinal, só Deus é justo e bom o suficiente para julgar alguém. Acredito que, apesar de algumas pessoas acharem os relatos dele extravagante demais, o Espírito Santo age como e da forma que ele quiser, e não cabe a nós dizermos como Ele deve fazer as coisas.
Opinião Final: Estudei sobre o Espírito Santo antes de ler o livro, por isso, nada em seu conteúdo era novidade para mim. Mas recomendo a quem tem interesse de conhecer a obra.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário