8 de jun de 2015

Resenha - Enroladas

SINOPSE
A amizade é um sentimento que, quando verdadeiro e sincero, é inabalável e nessa Irmandade temos quatro distintas mulheres:
Barbara Hunter-Jones, uma escritora literária prestes a fechar contrato com uma emissora televisiva.
Helena McGrint, uma mulher doce, dedicada aos negócios de sonho da sua infância.
Eduarda Braga, uma modelo fotográfica perdida no mundo das aparências, dinheiro e homens.
E Sofia Alba, a dondoca do grupo, de personalidade vincada e difícil.
Ainda que unidas acima de tudo, todas têm seus próprios demônios e obstáculos dificultosos para encarar e será preciso a ajuda umas das outras para conseguirem ultrapassá-los. Acima de tudo, esta é uma jornada de romance, compreensão, apoio e diversão, mas não abandonará seus momentos de brigas, drama e desespero. Mas será que, com todas as peripécias e dificuldades que essas quatro terão de enfrentar, conseguirão elas sustentar a amizade e passar por tudo isso juntas?

Este é um livro de produção independente disponível no Amazon, que resolvi dar uma chance de leitura  e simplesmente adorei. Foi escrito por uma autora portuguesa, mas antes que eu me adiante no enredo, vamos falar da capa como de costume... 

Com uma arte feminina e de cores agradáveis, a capa de Enroladas me agradou bastante e me lembrou do livro O Projeto Rosie no quesito delicadeza e cores alegres. A ilustração nos remete as quatro amigas descritas na sinopse e a cidade de NY, fazendo a ligaçãoperfeita entre a capa e a história. 

Agora vamos ao enredo. O livro Enroladas é composto por 4 contos, um para cada uma das personagens, mas o que torna a estrutura do livro realmente interessante é que todos os contos estão ligados entre si, possuem uma sequência no espaço/tempo da história das personagens, impedindo o leitor de pular um conto para ler o próximo... 

Os contos I e II são recheados de discussões, situações engraçadas e romance. Ri litros com as encrencas arranjadas por Barbs e os enganos cometidos na reunião na casa de Lena. E o que mais me impressionou é que as situações não foram forçadas para serem engraçadas, elas naturalmente aconteceram e eu só posso dizer que "chorei de tanto rir". Essas amigas malucas entram em cada situação constrangedora que eu fiquei com vergonha por elas!!!

Os contos III e IV possuem menos situações engraçadas e um pouco mais de drama e assunto sério com as histórias de Duda e Sofi, que em determinado momento coloca o círculo de amizade delas em perigo... Entretanto, a mudança de "gênero" (se é que posso chamar assim) não torna os contos menos atraentes, legais ou interessantes. 

Enroladas é um livro apaixonantemente engraçado, e com uma linguagem super fácil, fala sobre amor e amizade, e é difícil de parar de ler. É o livro perfeito para aqueles dias frios, em que ficamos debaixo da coberta e com um chocolate quente na mão (que foi o meu caso rs). 

Confesso que não sabia o que esperar de Enroladas quando o adquiri, mas quando comecei a ler, o livro se mostrou uma surpresa maravilhosa. E apesar de conhecer a autora, não estou elogiando sua obra a fim de agradá-la, elogio pelo simples fato de ter gostado. 
Opinião Final: Recomendado!!! História engraçada, apaixonante e viciante. 
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário